Almirante Barroso

Joia no Palmeiras, aposentadoria precoce e retomada no Guarani: a trajetória de Pedro Hulk

Novo atacante do Barroso, Pedro Henrique Mascarenhas Moreira Braga, o Pedro Hulk, tem apenas 22 anos e já tem muita experiência. Tanto no futebol quanto na vida. O jogador é mais um daqueles casos de jovens que têm futuro promissor, mas se perdem no caminho iludidos com o sucesso e com a pressa de jogar no profissional de um clube grande. Mas Pedro está dando a volta por cima e provando que ainda tem muito futebol pra mostrar. No Barroso, tenta escrever mais um capítulo da sua trajetória de superação. O último foi no Guarani (SP) ano passado, onde foi vice-campeão do Brasileirão Série C.

Em 2011, Pedro participava de campeonatos amadores e foi chamado para realizar um teste no Palmeiras. Passou e começou a treinar no clube no ano seguinte. Da geração de garotos talentosos como Matheus Salles, João Pedro, Nathan, Gabriel Dias, João Denoni, Luiz Gustavo, Victor Luiz e Gabriel Jesus, Pedro se iludiu com a vida em São Paulo e começou a ter problemas extracampo, o que encurtou sua passagem pelo Palmeiras. Sem paciência para esperar uma chance no time principal, acabou rescindindo seu contrato após 1 ano e 4 meses para tentar ter uma maior sequência de jogos em outro clube, mesmo com 3 anos de contrato restantes com o Palmeiras.

580006_303577099732513_1471285797_n.jpg
Primeiro da direita para a esquerda, Pedro era uma das jóias da base do Palmeiras (Foto: Arquivo Pessoal)

O destino foi o Nacional (SP). Lá teve boa sequência e mostrou sua qualidade. Marcou um gol contra o Atlético-MG na Copa São Paulo e ganhou o apelido que carrega até hoje, Pedro Hulk. Mas alguns problemas encurtaram sua passagem, e no fim do ano o atacante voltou para Campo Grande (MS), sua cidade natal.

Confira no vídeo o gol de Pedro Hulk contra o Atlético-MG e também outros lances do atacante:

Acertou com o Novoperário (MS) para a disputa do campeonato estadual e começou muito bem. Em 3 jogos marcou 4 gols, mas mesmo assim acabou indo para o banco de reservas e perdeu a vontade de jogar. Da base badalada do Palmeiras ao banco do Novoperário. A decepção o tirou dos gramados por um tempo, mas acabou retornando ao mesmo clube no ano seguinte. Assinou para a disputa do Estadual de 2015, mas após sua estreia precisou operar o apêndice e acabou rescindindo com o clube novamente.

10945371_787639114659640_243079657442297194_n
Foram duas passagens pelo Novoperário, mas poucas partidas disputadas (Foto: Instagram)

Sem ânimo no futebol, decidiu começar a faculdade de Educação Física, mas como só se iniciaria no segundo semestre do ano, Pedro arrumou um emprego. Foi assim que acabou sendo secretário da paróquia da cidade, onde cuidava de documentos e do patrimônio da igreja. Depois que começou a faculdade, foi dar aulas de futsal para crianças e o retorno ao futebol profissional parecia cada vez mas distante.

Tudo mudou quando seu dentista Alisson, que era amigo do ex-zagueiro são-paulino Ivan Rocha, o convenceu a participar de um campeonato de futebol que aconteceu na cidade de Bonito (MS). Lá, jogou no mesmo time de Ivan, e foi ele que o re-colocou no caminho do futebol profissional. Arrumou um teste para Pedro no Guarani, no qual passou e assinou contrato em janeiro de 2016.

pedro-hulk-jogo-treino-head-soccer-2016-02-11-06
Pedro Hulk ficou 1 mês fazendo teste no Guarani até assinar seu contrato (Foto: Rodrigo Villalba / Guarani)

Como a Série A2 do Campeonato Paulista tem limite de inscritos, o atleta acabou não estando na lista final, o que o fez tentar um retorno por empréstimo ao seu estado natal, desta vez no Comercial (MS), mas sem sucesso. Ficou apenas treinando no Guarani até o início do Brasileirão Série C. Sua estreia foi no dia 22 de maio, quando saiu do banco no final da goleada por 4 a 0 em cima do Guaratinguetá. Alguns dias antes disso, ele havia balançado as redes em um jogo-treino que o time de Campinas fez contra o Palmeiras. Destino?

Durante a Série C, Pedro Hulk entrou bem no decorrer de vários jogos e conseguiu seu espaço no time. Foi titular em boa parte do segundo turno e virou peça fundamental no elenco de Marcelo Chamusca. A versatilidade do jogador chamava a atenção, pois podia atuar tanto aberto pelas pontas como centralizado, fazendo o papel de falso 9.

dsc_1411-1024x720
Contra o Juventude, fez uma de suas melhores partidas com a camisa do Guarani (Foto: Israel Oliveira / Guarani)

As boas atuações na campanha que trouxe de volta o Guarani para a segunda divisão nacional chamaram a atenção do Barroso, que procurava por atacantes para reforçar seu elenco, e Pedro Hulk acertou sua vinda para o Almirante, mais um verdão na carreira do atacante. “Eu tive um recomeço muito bom no Guarani, sendo vice-campeão Brasileiro da Série C, e recebi o convite para vir pro Barroso. Achei uma oportunidade boa de continuar esse crescimento que vem acontecendo na minha carreira, e vou me esforçar ao máximo para ajudar o Barroso”, disse o atacante em conversa com o Futebol Peixeiro.

Em jogo-treino contra o Inter de Lages, primeiro teste do Barroso para o Catarinense, Pedro Hulk entrou muito bem na partida. Mostrou muita disposição e raça, e não desistia de nenhum lance, mesmo quando sofria faltas duras. Sempre tentava continuar a jogada, buscando a direção ao gol. Com bom drible e muita força, o atacante pode ser uma ótima arma para Renê Marques durante a competição. O treinador gosta de mudar o jogo com suas substituições, e Pedro Hulk traz com sua versatilidade várias possibilidades de jogo para o Barroso.

almirante-barroso-x-inter-de-lages32.jpg
Pedro participou dos jogos treinos contra Inter de Lages e Metropolitano (Foto: Lucas Gabriel Cardoso / O Cancheiro)

Como arma para o segundo tempo, pode tanto substituir Schwenck e atuar como falso 9, mudando o esquema do time e surpreendendo o adversário, como pode entrar para jogar pelas pontas e trazer mais velocidade e verticalidade para o time. Como titular, pode ser um ótimo parceiro de ataque para Schwenck e fazer boa dupla com o lateral Chuva pela esquerda, ajudando também na marcação durante as subidas do lateral.

Pedro Hulk é mais um dos ótimos jogadores do elenco do Barroso que devem trazer para Renê Marques aquela dor de cabeça que todo treinador gosta de ter. O time já entra em campo neste Domingo (29) contra um gigante do futebol do estado. Às 17h, recebe o Joinville no Estádio Camilo Mussi, em Itajaí. Os ingressos estão à venda por R$40 para arquibancada e para visitantes (R$20,00 a meia), e R$50,00 para cadeiras (R$25,00 a meia), e podem ser adquiridos na loja da R9 Academy e nos Postos Parada dos Amigos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s