Almirante Barroso

Debaixo de muita chuva, Barroso é derrotado pelo Tubarão no Sul do Estado

O Barroso foi derrotado por 4 a 1 pelo Atlético Tubarão na noite deste domingo, debaixo de muita chuva no estádio Domingos Silveira Gonzales, no Sul do Estado. O duelo foi válido pela última rodada do turno do Campeonato Catarinense da Série A. Lucena marcou o gol do Almirante na partida. Na próxima rodada, o Barroso visita o Joinville pela abertura do returno. O jogo está marcado para sábado, dia 11, às 18h30, na Arena Joinville.

Tubarão x Barroso (1)

Os donos da casa começaram a partida pressionando. Com o gramado bastante encharcado, as principais jogadas do primeiro tempo foram com bolas aéreas. Aos 5 minutos, em uma das bolas alçadas, Rentería chegou a balançar as redes, mas estava impedido. Sete minutos depois, Gerson cabeceou e a bola bateu na trave.

A pressão do Tubarão seguiu na primeira etapa e o goleiro Rodolfo começou a aparecer com destaque. Aos 32 minutos, Rafael Ratão bateu forte e o arqueiro segurou sem dar rebote. Aos 36, foi a vez do goleiro salvar em finalização de Lucas Costa.

Tubarão x Barroso (4)

Dois minutos depois o Atlético Tubarão abriu o placar. Em bate-rebate dentro da área, o árbitro viu pênalti a favor dos donos da casa. Rentería foi para a cobrança e fez 1 a 0. Por muito pouco Rodolfo não alcançou.

Aos 45, Rosinei foi derrubado na área pelo goleiro Luiz Carlos, mas o árbitro não marcou pênalti, gerando muita reclamação dos jogadores do Almirante Barroso, que foram para o intervalo indignados.

Tubarão x Barroso (2)

Na volta para o segundo tempo, o técnico Renê Marques fez duas alterações: saíram Rodrigo Couto e Abner para as entradas de Rodolfo Ferreira e Thiago Nonato.

O Barroso começou o tempo mais ofensivo e levando perigo à meta dos donos da casa. Porém, foi o Tubarão quem marcou novamente. Aos 17 minutos, Rentería fez o segundo dele e do Tubarão no jogo. Na sequência, aos 20, Marcos Vinícius recebeu o segundo amarelo e foi expulso pelo lado do Peixe. Com um a mais em campo, o Barroso substituiu Nei por Carlos Henrique.

Aos 27, Everton Júnior fez mais um para o time da casa, deixando o placar em 3 a 0. Dois minutos depois, o próprio Everton Júnior marcou mais para o Tubarão em um lance de infelicidade da defesa alviverde. A zaga tentou afastar, mas a bola bateu no adversário e entrou.

Tubarão x Barroso (3)

O Almirante não desanimou e seguiu em busca do gol. Schwenck teve duas oportunidades de marcar, mas o goleiro Luiz Carlos fez ótimas defesas. Até que o time de Itajaí descontou aos 36 com Lucena, aproveitando bola na área.

Aos 39, o camisa 9 alviverde foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Safira tirou do goleiro, mas a bola foi para fora. Apesar das tentativas, o Barroso não conseguiu diminuir a vantagem do Tubarão na partida.

O técnico Renê Marques foi a campo com Rodolfo, Nei (Carlos Henrique), Lucena, Robenval e Adriano Chuva; Buru, Rosinei, Rodrigo Couto (Rodolfo Ferreira) e Safira; Schwenck e Abner (Thiago Nonato).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s